6 de dezembro, 2022

Dudelange debate imigração clandestina e revisita a Petite Italie

publicado 27 de setembro 2022 | SF com António Paiva-Luxemburgo

Nous sommes venus” de José Vieira abre o Ciné-débat

Dudelange, cidade situada num dos 12 cantões do Luxemburgo, Esch-sur-Atzette, vai acolher no próximo dia 4 de novembro às 19h uma sessão de Cinè-Débat que terá por base a projeção do filme “Nous sommes venus” de José Vieira.

António Paiva, residente no Luxemburgo desde o tempo em que exilou para aquele país antes do 25 de abril de 1974, alimentará a reflexão e o debate através da apresentação de um livro publicado pela ODTI que divulga conteúdos relacionados com as lutas anticoloniais resultantes de uma Conferência Internacional, realizada em Grenoble por ocasião do 50º aniversário do Observatório das Discriminações e Territórios Interculturais.

Revisitar a Pequena Itália de Dudelange

A socióloga do CDMH Heidi Martins que tem dinamizado projetos sobre as migrações e em particular no bairro da Petite Italie partilhará as suas análises e reflexões sobre o percurso histórico, social e humano das várias gerações que habitam ou habitaram aquele território socio-urbano cuja fundação se deve à siderurgia.

“Em Dudelange, o Centro de Documentação sobre Migrações Humanas é hoje um espaço essencial para conhecer a diversidade da sociedade luxemburguesa. No âmbito do Esch2022, o projeto Moving Lusitalia destaca o bairro Little Italy e as histórias dos seus habitantes”.

Em Dudelange, Little Italy é um exemplo de território e área de residência operária construída para albergar imigrantes que vieram para trabalhar, principalmente na indústria siderúrgica. Aqui, imigrantes italianos em foto de grupo em frente do Café d’Italia da cidade.
© Cidade de Dudelange / Arquivos / Fundo Jean-Pierre Conrardy

Foto de destaque © Exposição do projeto Moving Lusitália | CDMH

Informação do evento António Paiva | Luxemburgo

António Paiva

Editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.